Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
11/05/2018 às 09:47
Agropecuaristas de Tupaciguara exportam boi vivo à Turquia

Um novo caminho para comercialização de novilhos com cruzamento industrial e de raças determinadas se abre aos pecuaristas de Tupaciguara, graças ao bom relacionamento criado pelo empresário do setor Mário Costa Neto. Esse novo caminho já está sendo percorrido por Roberto Costa e seu filho Mário Neto, com a exportação para a Turquia de grande parte do gado por eles criado e engordado.

Nossa reportagem esteve com Roberto Costa para saber mais sobre a exportação de gado vivo à Turquia e quais vantagens comerciais se tem com o comércio de seus animais, sabendo-se que a Turquia é um dos países que mais cobram eficiência e qualidade dos produtos animais que são importados por aquele país.

Roberto Costa destacou que o sucesso da comercialização se deve ao bom relacionamento que seu filho Mário Neto tem em Uberaba, onde conseguiu negociar a venda de animais de sua propriedade à empresa exportadora AgroExport, que negocia os animais com confinadores turcos que adquirem o gado brasileiros, com certas normas, para quando esses animais lá chegarem, serem preparados às cobranças do comércio consumidor daquele país. 

Segundo Roberto, os animais comercializados com a Turquia têm que estar inseridos como garrotes jovens das raças Aberding Angus, Canchim, Simental e Senepol, pesar no máximo 300 kg, não possuir chifre acentuado e possuir qualidade sanitária comprovada. Destaca-se que o comércio turco paga bem pelos animais adquiridos do Brasil, em decorrência do gado de excelente qualidade que o país produz.

Por ser o agropecuarista pioneiro em Tupaciguara na exportação do boi vivo à Turquia, Roberto Costa destaca que o comércio é muito promissor e que está de portas abertas para empresários pecuaristas locais. “O agropecuarista tupaciguarense que tiver interesse nesse comércio, nos procure, pois teremos o máximo prazer a apresentá-lo à empresa AgroExport para que possa também colocar seus animais na Turquia.

Outro ponto importante destacado por Roberto Costa é que esta é uma grande oportunidade de alavancar a pecuária local. “Todos sabem que o setor da pecuária de corte está passando por forte crise e isto tem aumentado expressivamente a oferta de animais no setor do boi gordo ao abate. Com a exportação para a Turquia, que só no primeiro trimestre deste ano foi de 125 mil cabeças, com certeza em um ano a exportações para aquele país irá superar os 400 mil animais vivos exportados no ano de 2017. Para Roberto, diminuindo oferta de boi gordo no mercado interno, em decorrência de uma maior exportação à Turquia, acontecerá uma melhora para ambos os lados e fortalecerá ainda mais este caminho para a comercialização do rebanho bovino de Tupaciguara, por meio da exportação do boi vivo à Turquia.

Veja mais sobre Agricultura e Pecuária [+ notícias]

Última Edição

Coluna Social

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia de Tupaciguara e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!